segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Só hoje

Hoje, eu só quero que o dia termine.
Hoje, só hoje, eu queria uma máquina do tempo ou uma manivela pra girar bem rápido e fazer o tempo voar.
Hoje, só hoje, eu queria não ser eu.
Hoje, só hoje, eu queria poder mudar meu destino.
Hoje, só hoje, eu queria ser homem.
Hoje, só hoje, eu queria fazer tudo que não fiz porque tive medo de me arrepender.
Hoje, só hoje, eu queria voltar no tempo e acrescentar alguns detalhes, e falar o que eu não disse, e abraçar quem não abracei e dar um beijo em quem já se foi pra sempre.
Hoje, só hoje, eu queria mudar um pouco, quem sabe pintar os cabelos de preto e usar uma roupa curta.
Hoje, só hoje, eu queria que fosse tudo diferente do que é agora.
(Lu Moulin)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário